Meditação

Por quê meditar?

Em suma, porque é bom.

A mente fica mais relaxada, as ideias fluem com mais clareza, os problemas ganham perspectiva, o corpo é tranquilizado. Você readquire a capacidade de ficar parado por alguns minutos sem estímulo externo constante e, aos poucos, começa a investigar todo o mundo que existe dentro da sua mente. Os pensamentos diminuem em quantidade e aumentam em qualidade e você tem ótimas chances de identificar padrões negativos e repetitivos para ajustá-los.

Como se faz meditação?

A imagem clássica da meditação é o monge budista sentado no meio de uma sala praticamente vazia, só com algumas velas acesas, ou então o guru indiano meditando na posição de lótus. No entanto, “meditação” é um termo abrangente que serve para definir todo um grupo de práticas espirituais que tem como objetivo fortalecer a união entre você e o divino, qualquer que seja a sua ideia de divindade.

A meditação pode ser desde ficar sentado, parado, com a mente o mais calma possível até realizar uma série de movimentos com o corpo com a atenção completamente voltada para cada gesto e cada golpe. A prática pode ser focada na respiração, na imaginação, na energia correndo pelo corpo, nas sensações de calor e frio e em várias outras coisas.

Quais práticas eu realizo?

Os exercícios que pratico vêm de Ordens Iniciáticas e grupos voltados a trabalhos místicos.

No momento, estou realizando: [atual. 02/11/2013]

Controle Corporal – com o corpo parado na posição de meditação, manter a atenção nas sensações físicas
Observação do Pensamento – simplesmente observar o fluxo de pensamentos dentro da mente, sem tentar controlá-los e sem se deixar levar por eles e esquecer que seu papel é de apenas testemunhá-los
Respiração Consciente – inspirar magicamente uma qualidade
VoA – prática de uma Ordem voltada para restaurar a ligação com o divino

Resumos semanais na categoria Meditação.

Como eu sei que estou progredindo?

Essa é uma pergunta capciosa. Pouquíssimas coisas no mundo seguem uma progressão linear, uma reta sempre ascendente, e mesmo essas coisas seguem esse padrão por um tempo limitado. O resto avança de maneira às vezes gradual quase imperceptível, às vezes em platôs e saltos. As práticas de meditação fazem parte desse segundo grupo.

A verdade é que a melhor maneira de notar progresso é ver se há alguma diferença na forma com que você reage às felicidade e dissabores da vida. É simples.

Qual o tempo mínimo de meditação por dia? [atual. 11/2013]

3 minutos.

Quanto tempo, em média, eu passo meditando por dia? [atual. 02/11/2013]

3 minutos e 30 segundos.

Em que parte do dia eu costumo meditar?

Normalmente, de manhã, antes de ir para o trabalho. Quando consigo, também medito um pouco antes de dormir.

Em que posição eu medito?

Antigamente, quando eu tinha mais flexibilidade e praticava um pouco de yoga, eu sentava em padmasana. Hoje em dia, simplesmente me sento no chão de pernas cruzadas.

Anúncios