Convict Conditioning – Dia 92

por Hugo

Assim começa a 14ª semana do longo projeto do Convict Conditioning, o treinamento de calistenia proposto por Paul Wade no livro de mesmo nome. Segunda-feira é dia de flexões de braço e de elevações de perna.

Pushup
Step 02: Incline Pushup
3 sets of 40
Primeiro set com ligeiro cansaço nos braços; segundo set com mais dificuldade, cansaço nas panturrilhas; ao término do terceiro set, músculos cansados, mas sem risco de exaustão.

Pode parecer pouca coisa para quem tem a genética a seu favor e possui potência nos músculos do braço, mas conseguir atingir o patamar de progressão no segundo passo da sequência de flexões de braço é uma enorme vitória para mim. Na primeira vez que tentei praticar o Convict Conditioning conforme recomendado no livro, passei três semanas tentando sair das 2 séries de 20 repetições sem o menor sucesso.

Agora, não só tripliquei o número total de repetições, mas confirmei o domínio sobre essa etapa! Apesar disso, vou manter meu costume e, semana que vem, repetirei o mesmo desempenho de 3 séries de 40 repetições para garantir que não foi um acaso e que estou pronto para o próximo nível, a flexão de joelhos [Kneeling Pushup].

Leg Raise
Step 02: Flat Knee Raise
2 sets of 30; 1 set of 25
Um pouco de trabalho no final do primeiro set; segundo set com bastante cansaço na parte inferior do abdômen e nos quadris; terceiro set executado com respiração ofegante.

Estou avançando mais rapidamente no segundo passo das elevações de perna do que no primeiro, o recolhimento de joelho [Knee Tuck]. Apesar disso, a elevação da perna a 90º é enganadora – parece fácil e durante as primeiras 15 ou 30 repetições, o esforço parece ser pequeno, mas logo os músculos do abdômen começam a cansar e fica difícil manter o movimento na forma prescrita, sem acelerar o passo ou encostar os pés no chão.

Nas primeiras semanas, tive dificuldade para parar os pés antes que eles tocassem o solo; ficava com a cabeça levantada, olhando pelo reflexo da TV desligada para me certificar de que estava chegando o mais próximo possível, sem encostar no chão. O corpo eventualmente se acostuma e agora já não preciso desse artifício, que causava certa tensão na base do pescoço.

Anúncios