Convict Conditioning – Condicionamento do Condenado

por Hugo

No final de 2009, “Paul Wade”, um homem que se diz ex-prisioneiro, lançou um livro pela editora Dragon Door chamado “Convict Conditioning”, o condicionamento do condenado. Apoiado em uma série de afirmativas sobre a eficácia do treinamento calistênico onde os exercícios utilizam apenas o peso do corpo, Paul Wade apresentou seis sequências de dez passos para atingir o que ele configurou como “a prova última de força”.

Travei contato com esse livro em 2012 e embora eu não coloque minha mão no fogo pela história de condenado por quase duas décadas que o autor conta, é difícil negar o apelo das séries de exercício que ele traz. Não só Paul Wade rejeita a abordagem clássica de academia – uma que sempre me desagradou – ele ainda propõe uma rotina de exercício muito menos frequente que pode ser receitado por qualquer site de treinamento físico.

O objetivo deste blog definitivamente não se restringe a relatar qualquer progresso que eu venha a fazer na rotina do “condicionamento do condenado”, mas como sempre gostei da filosofia do “mente sã em corpo são”, acho que é um bom primeiro passo. Antes de começar com as postagens desta categoria, aviso de antemão que há uma defasagem de aproximadamente cinco semanas. Em outras palavras, o post de hoje do CC vai trazer um pequeno resumo do meu avanço em 22 de julho.

Anúncios